Welcome to Huambo
Especiais
PROVÍNCIA / Huambo

Huambo

Área total
34.270km2

População
1.896.147

Clima
Tropical de altitude

Temperatura
19ºC

11 Municípios




A província do Huambo ocupa uma área de 34.270km2 no centro sul de Angola e a capital é a cidade de Huambo.

O Huambo tem 11 município:

  • Huambo
  • Londuimbale
  • Bailundo
  • Mungo
  • Tchindjenje
  • Ucuma
  • Ekunha
  • Tchicala-Tcholoanga
  • Catchiungo
  • Longonjo
  • Caála

Clima

Huambo tem um clima tropical de altitude, com temperaturas médias de 19ºC, com duas estações: uma seca e fria e outra chuvosa, onde o calor quase não se faz sentir devido às constantes precipitações.



População e Economia

A maioria pertence ao grupo étnico Ovimbundo e a principal língua nacional é o Umbundu.

A principal actividade da população é a agricultura e a província foi em tempos considerada o celeiro de Angola, sendo o milho a principal cultura.

A província foi muito afectada pela guerra e encontra-se em reconstrução e apetrecha-se para voltar a ter o segundo parque industrial do país.

As reservas minerais estão ainda por explorar e em termos turísticos é uma região com um enorme potencial, devido aos seus rios e elevações que possibilitam o ecoturismo, os desportos de aventura, etc.


A Capital, Huambo

Huambo está a 1.700m acima do nível do mar e na altura do cacimbo, entre Maio e Agosto pode fazer muito frio, sobretudo à noite quando a temperatura pode cair até aos 4ºC.




A sua localização central converteu esta cidade num importante centro ferroviário para a linha de Benguela, que trazia cobre desde a Republica Democrática do Congo e da Zambia até ao porto do Lobito para exportação.



Acessos e Infraestruturas

A linha ferroviária que parte do Lobito passa pelo Huambo.
O aeroporto recebe aviões de pequeno e grande porte.


Barragem do Cuando

Há também acessos rodoviários a partir de Luanda, Benguela, Huíla e Bié. A cidade de Huambo é um importante entroncamento de estradas entre a capital, outras províncias e países vizinhos.

Natureza e Locais a Visitar

É no Huambo que está a Reserva Florestal do Kavongue, com uma área de 39km, e a 20km da capital está a incontornável Albufeira do Kuando, que tem uma rara praia no planalto, devida à Barragem do Ngove, com óptimas condições para natação, pesca desportiva e navegação.


Morro Lubiri no Alto Hama. O segundo maior monolito do Mundo.

É também nesta província, a sul de Luimbale e a cerca de 42km a sudoeste da cidade do Huambo, no município de Ekunha que se localiza o Morro do Moco, o ponto mais alto de Angola, com 2.620m. O Monte Moco é uma atracção para os praticantes de rapel, voo livre e canoagem. Outros locais também são propícios para estes desportos: Pedra alemã, Pedras Ganda-Kawe, Pedra Kambundu, Pedra Caça-Yombua, Pedra de Caminhamba, Morro da Banguela, Morro de Cachiungo e Morro de Santo António.

Os rios Keve, Cunene, Caalai, Cunhangâmua, Capanda, Anhara e Cinquenta são ricos em peixe e por isso excelentes para a pesca desportiva.


Rio Keve

A cerca de 90km a oeste da cidade do Huambo estão as Mupas do Cuiva, no município do Ukuma, com cataratas e águas agitadas propícias para a canoagem desportiva.

Caála situa-se a 23km a oeste de Huambo e é aqui que encontramos uma das primeiras igrejas reconstruídas da província, a capela de Nossa Senhora do Monte.

A norte encontra-se o Monte Nganda, um impressionante grupo de rochas que foi em tempos a capital do reino Bailundo. Entre as rochas abrem-se algumas grutas.

Merecem ainda uma visita o Centro de Estudos Florais e o Centro de Estudos de Sacaála, os Paços do Concelho,o Museu Antropológico Municipal, o Museu Regional do Huambo, as Ruínas da Embala Grande e o Tumulo do Rei Ekuikui, em Bailundo.

Existem ainda vários jardins municipais e campos floridos, onde se poderá apreciar as dálias, flor da qual se diz existir mais de 500 variedades na província.